Cult Dance

Em 2004, tive a grande sorte de ter um ateliê privado, enfrentei essa empreitada e arrisquei criar um espaço de forte intercâmbio entre artistas, fizemos muito na chamada salamover. Em 2005, nasce uma mostra chamada Solos na Sala, seguida de Duos na Sala, de dança contemporânea, com a ideia de ser Cult Dance:  apresentação de obras de qualidade que perdurem independentemente do tempo, obras que exploram outras formas de apresentação, diferente do mainstream, tanto em formato quanto em espaço.

Em 2015, completaram-se 10 edições de Cult Dance, para conhecer mais essa arte que realizo, clique aqui

duo l e c

“PerfRactomance”, Duos na Sala, Cult Dance, galeria Decurators, 2014

.