Aqui está toda a exposição Coordenadas Cosmográficas

 

Laura Virgínia

Universidade de Brasília – UnB
Instituto de Artes – IdA
Disciplina: Métodos de devira e outros deslocamentos Profa.: Dra. Karina Dias
Prática Docente: Júlia Milward

1416 palavras

DIÁRIO DE BORDO por
Laura Virgínia

 

Pensei que minha paisagem seria a W3 Sul, olhei tanto tempo pra essa avenida, que acreditei que ela seria a paisagem do trabalho final e nem percebia uma outra paisagem, que me ficou diária, me deslocou à ela, a paisagem da minha sala de trabalho.
Os passantes e a luminosidade eram um roteiro de cinema à minha frente.

“atlas” de Jorge luis borjes com maria kodama foram o meu livro de viagem.
E a inspiração foi que Kodama dirige o centro de haiku ligado a Fundação Internacional Jorge Luís Borges. Haiku um coletivo de Hai Cai

E aí vai meu Hai Cai Souvenir para minha sala que virou Mirante de seus visitantes voyeurs.

E aí vão os textos que escrevi olhando à minha janela…

 

Coração longe Olhará as estrelas? Vento no rosto.

 

” desculpa, mas tornei-me outra. Você não imagina a mágica transcendental que fiz para me reinventar depois daquele previsível – temível, pé na bunda ou a fala famigerada: estou apaixonado mas não é por você… ou mesmo nunca pensei em envelhecer contigo – ui! Doeu, ai como doeu! Se o meu Estado Orgulho contivesse um oceano – seria o Atlântico. Juntamente com Vergonha de Ser Eu Mesma – tipo Oceano Pacífico. Como uma escafandrista que deseja que seu ar seja eterno para nunca mais precise emergir, andei na pele do fundo do mar durante meses até me deparar com um touro-homem-aquático, com olhos de fogo que me disse com sua boca lotada de espumas:

– Os fundos de algo pode ser a frente de outra coisa. E me entregou uma pequena bolinha de fogo.
Daí renasci pra vida, eu minha pérola de fogo, minha mudança profundamente interna, meu pé-na-bunda guardado no museu – pronta para arriscar, livre! Aproveitando, vivendo… solteira mas não sozinha… bem acompanhada… mal acompanhada… bem acompanhada… mal acompanhada, assim vivendo num balanço de pracinha – feliz de coração, limpa de alma e culpas – depois de quase treze milhões de anos e encarnações. – você vem me dizer: volta pra mim?
Que mim? Meu amigo, sinto lhe informar , essa que você procura se entregou, eternamente ao seu Poseidon de estimação, procure-a lá, boa sorte!”

 

Deus é o Diapasão do Universo. Ele afina meu corpo, mente, emoções, sentimentos, espírito… porém quando saio do tom, ui, começo a ir de esporte fino à praia, biquíni no tribunal, canto ópera em casa, bossa- nova pra plateia mais de mil, salgo o bolo e adoço o macarrão – normal, tudo certo, esses contratempos, percalços, atropelos são da vida, mas quando a criatura entra no tom do universo -dança o movimento das estrelas, é festa de coreto da praça do coração

Deus é um fofo. Como se não bastasse todos as provas que acontecem para seguir firme na jornada, Ele aplica mais provas. E a maior fofura disso tudo, foi que eu pedi para que me desse mais obstáculos quando eu estivesse saindo da intenção. Não é lindo? Realmente Deus é um brownie saindo do formo.

Deus é o maior piadista do Universo, não há comediante, clown ou humorista que proporcione um milésimo da alegria das piadas que Ele conta segundo a segundo. Rimos a valer quando caímos em si que a graça, no mais amplo sentido que alcance essa palavra, acontece em cada reta, subida, queda ou curva do drama da vida.

 

Bolhas e mais bolhas se perdendo no ar indo contra gravidade, mas a função é perder a gravidade. Que contradição! Bolhas que vencem a gravidade e perdem a gravidade!
Hora em cima, hora onde todos os objetos perdidos estão – no chão.
Seria também um objeto-perdido?

Alguém vai achar e levar para longe desta sala?
Ah, acabou o tempo! Ninguém achou, volte- se para as bolhas um dia vá-se com elas…

 

LM Lunets Magics

Instruções de Uso:
1. Esse é o momento para você usar a LM, exatamente este momento, porque ela é de natureza instantânea igual as nuvens, aparecem e desaparecem como mágica. Então desfrute desse momento – esse! Agora! Já! 2. Você precisa de olhos curiosos para explorar a beleza, daí o coração vibra e cria o estado.
3. Essa oportunidade você pode ter quantas vezes quiser basta clicar, respirar e ver.
Boa ViagemJ

 

 

Nem boa – nem má
Nem certa – tão pouco errada Decerta bonita – e porque não, feia a VIDA é estranha,
sua matéria excepcional
me surpreende a cada momento susto estranho, sinto tanto
nem 1⁄4 de lua gorda afeta

– te estranho…

 

La mer de mon cœur
est un parc d’attractions

Je t’invite à entrer dans le tapis magique Viens mon amour,
Allons surfer !!!

Qu’est le fais le samedi soir ? Je coupe les cœurs
Pour les coller le dimanche… E lundi ?

La police ma trappe !

 

uma lady sabe a hora de se retirar – retiremos toda Lady sabe a hora de sair..
A Lady sabe a hora de acabar essa cena
FIM

 

de acordo mútuo, compromisso, joão mútuo, reciprocidade
fluido, ceder a deformação, mole… mariamole y joão-de-barro

 

O tempo e o compasso de espera Sento embaixo da árvore
E vejo todas as folhas
Como lágrimas que correm no rosto Dor y doçura

A vida em compasso de espera Como o próximo passo da valsa Não antes e nem depois
Mas a necessária – pausa

 

posso escolher
alguém que me seque
ou alguém que me transborde diante disso
faço um giro
sento no tapete
de mil folhas

possibilidades

 

Ideias são imagens,
como uma foto, ali parada, sem espírito, sem alma, sem corpo – vale à pena ficar com elas rodando pela cabeça?
será que elas valem uma respiração?
será que elas valem o gasto de tempo?
sem corpo, a ideia é morta,
sem pessoa, a ideia é uma mentira,
sem vida, a ideia não se encarna
é preciso toneladas de realidade
para uma imaginação acontecer
é de lei vestir à fantasia
quantas vezes forem necessárias
para a ideia viver e andar

a fantasia é a roupa do desejo.

 

Janellas

Você pensa que ai nesse lugar restringido e pequeno do centro é o Tal? Nada como o movimento e expansão das periferias.
Por que diabos sua arrogância, sua capacidade de chamar o tempo
me incomoda ?

Já que Assim como você e é eu Sou???
Ah senti um soco bem no centro do estomago ah Senti
Quero manter essa posição de grito calado Também quero ser centro
Mas ahhhhhhhhh

O fígado saiu pelos olhos.

 

nAmorArte

de abraços e abraços mais longos
faz-se de namorado
de doação em doação constrói-se uma relação é de entrega e entregas suaves
se chega a liberdade dos corações
e o amor se emcasa com a verdade.

 

é noite
há de se viver com sorte a cotidiana morte
a apaixonada entrega
de cílios cerrados
em concha de lábios
em prece de braços
de pele suspirante
há de se ir aos sonhos num galope selvagem retirar na coragem
uma pequena metragem do passado ressentido em bolhas encapsulado em traças emaranhado do urgente desvelar
é manhã
há de se voltar livre sustentando o leve esperançando a verve.
– da graça de cada dia.

 

o viço é o ápice da flor. – o viço mais o tempo
é o voo da flor!

 

Ao meio-dia
nascem borboletas brancas por detrás de margaridinhas amarelas no caminho percorrido delicadas felicidades cingindo ao meio-dia

 

Poemas vivem há razão nisso pulsam sangram

suam
moram
aí…
se avizinham das orelhas

e
com uma delicadeza ímpar assopram:
– Permite?
Os que querem
lhes servem
– às vezes –
a voz
– outros –
chá
– alguns –
lhes permitem
lágrimas
gargalhadas
ssst….
Dorme um vizinho Encantado
Dentro da minha cabeça. zzzzz……

 

frio
pólen
fecha olho Ahchoo! primavera em uk

 

beleza em cachos abertos de luz vermelhas sombras em ventos no cheiro do amante amado
e a ele dar vermelho cravo

na ativa receptividade
cíclica dos encontros fadados

 

a prece do corpo é suar
depois de dançar
cada gota é sagrada
como essas torrentes de verão que lavam a superfície da terra exerço minha fé todos os dias e danço até o suor sagrado

se estender por todo corpo
pra depois me banhar de águas outras também perfumadas
reverenciando a beleza
dentro e fora de mim.

 

Bretã Primavera

Noivas do Cerrado casam-se em Outubro ouvem Iansã
sentem Eros sementeam bretã

o verão supôs invernal

 

Ganas

O primeiro amor é inesquecível Mas o melhor é o derradeiro. thump thump thump

 

Na árvore ou paisagem de um dia quase completo

WoohoohoohooHOO
Hei, tá me chamando de cavalo? Não!! Mas vamos montar juntos?

 

?
Há tantas coisas.
Mistérios e Fogos a serem revelados
é preciso ter paciência para me conhecer
mas não é moroso, não
podemos fazer isso cheirando uma música bem mansinha
daquelas que fazem veludinho no coração
e eu terei a mesma paciência de conhecer sobre você,
sem pressa, na mesma mansidão das folhas das palmeiras em tardes de sol

 

 

Se a vista cansou
o corpo percebe
40 anos tensionando
vamos virar a história
buscar um distinto tônus
numa respira-ação
ser sutil como a garça
contemplativo como o louva-a-deus
preciso como os pássaros
vigilante como o guepardo.
nessa busca de ser o que já se é
é criar outro ritmo pra jornada

 

nada quando a bela adormecida acorda de um estalo na cabeça e de um aroma no coração ❦

 

Sim sr autocentrado da silva
Voc epensae que ai nesse lugra restringiod e pequeno do centro é o tal?
Digil-le nada como o movimento e expansò das perfirerias
Pmas porque diabos sua aringancia me incomoda sua capacidade de chamar o tempo todo me incomoda
Já que ssim como voc e é eusou???
Ah senti um soco bem no centro do estomago ah
Senti
Quero manter essa posição d grito calado
Também quero ser cebtro
Mas ahhhhhhhhh

O fígado saiu pelos olhos

É quae impossível ficar parado no centro e não ver o movimento do universo que me impulsiona pra fora!111111

 

Anúncios